/entrevista: Sérgio Amadeu

No começo do mês, o capitólio dos Estados Unidos foi invadido em uma ação comandada pelo então presidente norte-americano Donald Trump. Logo depois de isso acontecer, empresas como Facebook e Twitter — além de outras — bloquearam as contas de Trump destas redes sociais O motivo dessas grandes empresas era a preservação da democracia e …

/entrevista: Sérgio Amadeu Read More »

Arte, Cidade e Tecnologia

Não encontrado, 404. Erro interno de servidor, 500. Pedido ruim, 400. Serviço indisponível, 503. Proibido, 403. Pedido expirou, 408. Serviço temporariamente sobrecarregado, 502. Conexão recusada pelo servidor. Arquivo não contém dados. “A Internet Deu Ruim” são pesquisas que eu, Thiago Carrapatoso, tenho realizado nos últimos tempos com um viés, digamos, pessimista sobre como a tecnologia …

Arte, Cidade e Tecnologia Read More »

A internet deu ruim: museus, acervos e digitalização

No último dia 27 de outubro, eu tive a honra de apresentar um “spin off” da minha série “A Internet Deu Ruim” lá no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc de São Paulo, dento do ciclo Gestão Cultural em Debate (a minha participação foi na aula sobre cultura digital). Foi um convite sensacional (obrigado, …

A internet deu ruim: museus, acervos e digitalização Read More »

A Lente do Comum: Que tiro foi esse, viado?

No dia 25 de outubro de 2018, convidado pelo Instituto Procomum, eu participei da mesa “Cidade Comuneira”, parte do ciclo A Lente do Comum, que aconteceu no Centro de Pesquisa e Formação do SESC. Comigo estavam a sensacional Mariana Belmont e o fantástico Ricardo Brazileiro, cada um apresentando a sua perspectiva urbana/rural sobre o que …

A Lente do Comum: Que tiro foi esse, viado? Read More »

A Internet Deu Ruim: Arte Pós-Internet

No dia 30 de novembro de 2017, eu e a Giselle Beiguelman fomos convidados pelo capítulo brasileiro da bienal internacional The Wrong, Homeostase, a conversar sobre o que seria arte pós-internet lá no Museu da Imagem e do Som de São Paulo. A Giselle fez uma pesquisa sobre o que seria o Cibridismo, o estado de …

A Internet Deu Ruim: Arte Pós-Internet Read More »

Parque de concreto jamais!

E, por fim, chega-se a uma conclusão sobre o que fazer com o Minhocão. Nessa quarta-feira, 9/03, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad decretou que a via elevada que corta o centro da cidade deve ser considerada como um parque, tendo o mesmo status que áreas arborizadas e de lazer da cidade. Segundo ele …

Parque de concreto jamais! Read More »

A cidade definida pelo Judiciário

Ainda reverberando nas questões envolvendo o Judiciário e o Minhocão, me deparo com a situação atualmente vivida pelo Teatro Oficina, em que o processo de tombamento realizado pelo IPHAN vai para água abaixo graças à ação do Ministério Público Estadual defendendo as ações de expansão do grupo do Sr. Silvio Santos. Abaixo, leia o manifesto …

A cidade definida pelo Judiciário Read More »

Minhocão: a judicialização do uso do espaço público

Mais uma vez, em uma decisão extremamente autoritária e sem sentido, o Ministério Público Estadual atua impedindo o uso cultural e artístico das ruas de São Paulo. A Sub Prefeitura da Sé não autorizou o trajeto original do Bloco do Tucanistão, que questiona o governo estadual e tem seu percurso nas ruas centrais da cidade …

Minhocão: a judicialização do uso do espaço público Read More »

Arte Digital no CNPC: “aparelhamento” ou peça de manobra?

Antes de mais nada, é importante salientar e explicar a importância de um órgão como o Conselho Nacional de Política Cultural. Composto pela sociedade civil e pelos diferentes órgãos que compõem o Sistema MinC, o CNPC é um órgão de comunicação direta entre a sociedade civil artística organizada e o Executivo responsável pela implementação de …

Arte Digital no CNPC: “aparelhamento” ou peça de manobra? Read More »

Tese: Where The Streets Have No Name @ CCS Bard College

Eu estava esperando achar algum lugar para publicar a tese em forma de artigo, mas como já se passou mais de um ano e até agora não consegui emplacar o texto, vai por aqui mesmo. Hoje, quando leio, há várias citações, explicações, referências que mudaria e vários — tipo, váááários — parágrafos que cortaria ou tentaria …

Tese: Where The Streets Have No Name @ CCS Bard College Read More »