# paisagemfabricada

LibreBus: cultura livre on the road!

 

E não é só o Brasil que tem um ônibus que sai hackeando por aí. Os nossos hermanos também possuem um – e que anda por parte da América Latina promovendo a cultura livre e a democratização de acesso ao conhecimento. Genial, né?

O LibreBus viajou em 2011 por alguns países da América Central (Costa Rica, Nicaragua, Honduras, El Salvador e Guatemala) para promover a cultura livre e construir relações entre os países vizinhos ou próximos. A primeira viagem rendeu um documentário em que xs 24 participantes da exploração demonstram as ideias iniciais para criar o veículo e traçar o primeiro trajeto.

(repararam que as idealizadoras do projeto são só mulheres? Sensacional, não?)

Agora, em 2012, elxs fizeram as malas novamente e pretendem passar 5 semanas dentro do micro-ônibus para viajar por quatro países (Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai) e percorrer cerca de 8.000 quilômetros. São pessoas de nacionalidades diferentes com habilidades complementares. Tudo para promover dentro do Cone-Sul o conhecimento como um bem coletivo.

No dia 27 de agosto, eles saíram de Valdivia, no Chile, para dar palestras e oficinas sobre software livre, liberdade de expressão, recursos educacionais abertos, biodiversidade, questões de gênero e tantos outros assuntos que a gente, aqui do Planeta Sustentável, gosta. As paradas oficiais e planejadas do ônibus podem ser acessadas aqui. A primeira parte da expedição já pode ser conferida no vídeo abaixo.

Segundo o Global Voices, a iniciativa para percorrer a região mais ao sul do continente surgiu de uma parceria entre a ONG chilena Derechos Digitales e a Fundação Via Libre, da Argentina. E por esse caráter multinacional é até bom nem pensar em nacionalidades para classificar o projeto como um todo. Quanto mais plural e sem fronteiras, melhor.

Pô, mas e o Brasil nessa história? O Brasil não foi até lá (o que é uma lástima), mas o LibreBus foi até o Centro Cultural São Paulo em setembro para conversar junto com o pessoal do Ônibus Hacker e promover diversas oficinas e intercâmbios entre as iniciativas.

Cultura livre cada vez mais on the road!

0 comments
Comente