# paisagemfabricada

Miscelânea

Vários assuntos para comentar, então, vou compilar tudo em um mesmo post com pequenas explicações sobre cada:

CISPA: e não é que o projeto de lei foi aprovado pelo congresso estadunidense? Por 248 votos a favor (contra 168), a lei foi encaminhada para o Senado para sofrer os últimos ajustes. O presidente Barack Obama já anunciou que poderá vetar a lei. As empresas de tecnologia, no entanto, fazem lobby para que ela entre em vigor, a fim de evitar futuros processos por causa das condutas dos usuários (como no caso da IBM) ou por acreditar que, assim, as empresas e o setor público poderão se juntar mais facilmente para resolver ameaças virtuais (como é o caso do Facebook). De qualquer forma, fica a dica: se você tiver algum domínio registrado e hospedado em solos norte-americano, sugiro migrar para um mais tropical. Mais informações sobre a lei no post “Xispa, CISPA!”;

International Space Apps Challenge: no fim de semana passado, aconteceu o encontro com desenvolvedores, artistas, articuladores e todas as pessoas interessadas em trabalhar juntos e resolver problemas tanto relevantes para a exploração espacial, quanto com apelo social. Os desafios estavam divididos em software, hardware, ciências cidadãs e visualização de dados. Esses eram os pontos de partida, que foram coletados junto a NASA e alguns parceiros. A partir daí, os participantes do mundo inteiro poderiam criar suas soluções. O pessoal da Casa de Cultura Digital foi responsável por organizar a cédula brasileira do evento e criou o vídeo abaixo, usando um dos desafios de visualização do tamanho da Terra:

Os segredos do YouTube: e o Juliano Spyer, autor do livro Conectado, voltou de Londres com um mestrado embaixo do braço e nenhum conteúdo em português para mostrar. Por isso, resolveu passar o chapéu para se dedicar durante um mês na transformação de sua pesquisa em inglês para vídeos em português. Spyer se dedicou a pesquisar o que há por trás dos vídeos que se tornaram populares na plataforma YouTube – e descobriu várias dicas. Se quiser colaborar, só entrar no site Catarse e doar a partir de R$ 10.

0 comments
Comente