Categories
Planeta Sustentável

Festival de Ideias: publique a sua!

Depois de se entender que a realidade – e a paisagem – pode ser programada por nós facilmente, ideias pipocam na cabeça como nunca antes. Mas o que fazer com tantas sugestões e projetos? Como viabilizá-los de forma prática e rápida? E a pergunta mais importante: a minha ideia realmente é boa e executável?
É por entender o cenário eferverscente de ideias, sugestões e projetos que se criou o Festival de Ideias, uma plataforma para eleger a melhor focada em inovação para o desenvolvimento social. E como diz o site: “formulado para fomentar soluções criativas frente aos problemas atuais da sociedade, promover a inovação e o empreendedorismo, o FdI é uma rede de colaboração e troca de informações entre empreendedores, investidores e o público em geral.”
E como funciona? Todo mundo pode cadastrar sua ideia ATÉ AMANHÃ, dia 23 de agosto, para ser vista, discutida e eleita para um evento presencial que acontecerá na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, nos dias 20 e 21 de setembro. Há três temas gerais que orientam as discussões e sugestões: violência, catástrofes e mobilidade urbana. Se a sua não se enquadrar, tudo bem, pode cadastrá-la mesmo assim. A definição dos temas é só uma forma para atrair mais atenção – e discussão – para as problemáticas.
Depois de cadastrada, é só navegar por sua rede e pela rede da própria plataforma para discutir com outros participantes como a sua ideia e a deles poderiam ser melhoradas, reestruturadas, aplicadas e aprimoradas. O objetivo é que o participante não fique apenas no cadastro puro e simplesmente. Quer-se que ele discuta o tema e traga um valor a mais a todo o festival.
Uma equipe de curadores ajudará nestas discussões e ficará responsável por selecionar 20 projetos para a premiação final, seguindo alguns critérios de avaliação disponíveis no regulamento, como autonomia de autoexecução, potencial de viralização e impacto/relevância da ideia. Destes 20, três serão eleitas as finalistas e receberão um prêmio de R$ 10 mil cada.
A verba não é para cobrir todas as despesas do projeto. Pelo contrário. É um dinheiro inicial para estimular com que mais pessoas invistam por meio da plataforma Catarse (sobre a qual eu já falei aqui), que abrigará as 20 melhores ideias para captação coletiva de recurso no endereço http://catarse.me/festivaldeideias (ainda fora do ar, já que não rolou a eleição dos vinte projetos! :P).
E para criar uma ideia é muito fácil – mesmo! Entre no site http://festivaldeideias.org.br/ e clique no botão meio roxo “Inicie uma ideia”. É só selecionar a sua rede preferida para fazer o login e preencher os campos como “o que é esta ideia”, “o que já temos” e “o que precisamos”.
Uma das ideias que me chamou a atenção é a cadastrada por Antonio Cabral. Ele quer realizar um projeto envolvendo tecnologia e arte na região de Antares, zona oeste do Rio de Janeiro, “sem dúvida umas das mais abandonadas da cidade (…), com intenso tráfico de drogas, existência de diversas cracolândias, sem opção de cultura, educação ou lazer, tornando os jovens da região vítimas fáceis do vício e do tráfico de drogas”.
O projeto de Antonio é realizar oficinas de programação e capacitação de softwares usando as lan houses da região e criar um espaço para que a Big Band Antares, que já tocou com Elza Soares e Luiz Melodia e composta por 16 músicos, possa ensaiar e se apresentar na região. Gostou? Entre na página da ideia e participe da discussão!
Vale a pena! Mas corra! É até amanhã, terça-feira, 23 de agosto!

4 replies on “Festival de Ideias: publique a sua!”

vanderson – diz:Tem muito jovens enteressados em emgueniaria sustentavel mais por falta de conhecimento deixa de lado toda a vontade e até talendo de se focar nesse objetivo então minha ideia é um curso de qualificão enssa area nem pressisa ser “engenaria sustentavel” mais uma noção dela .desde então OBRIGADO

JOSE ROBERTO MOURA ALVES – diz:PENSANDO ALTO…O Brasil tem mais de 300 bilhões de dólares em suas reservas cambiais, e continua comprando mais a cada dia para que o preço do dólar não fique menor. O Governo Dilma poderia pensar em usar mais ou menos 18 bilhões de dólares dessas reservas para comprar e tirar das ruas 4 milhões de veículos com mais de 15 anos de fabricação, pagando R$ 5 mil por veículo que estivesse circulando. Todos ganhariam: a Economia, o Meio-Ambiente e a população.

Érica Silva – diz:Conscientizar é precisopor Érica Silva, terça, 23 de agosto de 2011 às 05:22Aos políticos e aos futuros políticos que dedicam ou vão dedicar suas idéias e seus projetos a causa educação no trânsito tenho a esperança que a situação educacional do setor mude.A época das pedras acabou não por falta de pedras, mas porque surgiram novas alternativas.É uma vergonha a realidade do sistema educacional de trânsito ainda não ser considerado uma instituição de ensino, o sistema colocar o negócio ou o dinheiro como prioridade,o incentivo a competição e não a causa, a falta de ética entre os colaboradores do trânsito,educadores de trânsito sendo ainda considerados como instrutores ,um sindicato que é dos instrutores mais que pertence aos proprietários dos CFCS(Centro de formação de condutores) e profissionais experientes que tem paixão pelo que faz e que estão interessados em agregar valores a causa e são tratados com descaso. Eu apoio o fim da hipercompetição, do monopólio e a reengenharia no setor educacional do trânsito. Escola de Trânsito(A escola do futuro)!!!Por um trânsito mais humano Colaboradores Diretor GeralFunção: Promover e defender a causa(Educação no Trânsito) investir na organização,na valorização dos colaboradores, na satisfação dos clientes e garantir a Harmonia.e funcionamento da escola.. Buscar parcerias. Instrutor Examinador:Avaliar o desepenho dos alunos e a metodologia aplicada. Diretor de EnsinoFunção:Contribuir e garantir a qualidade e a excelência do ensino na escola. Atendimento:Consultas,orçamentos,marcação de aula,marcação de exame. Posso te ajudar?Tire suas dúvidas. Corpo Pedagógico: Instrutor de legislaçãoInstrutor de direção Instrutor com especialidade na ampliação do ensino,oportunizando as pessoas que são portadoras de necessidades especiais o direito a 1° CNH(Carteira Nacional de Habilitação. PsicólogaFunção:orientar e ajudar na formação pisicológica dos futuros condutores e as pessoas que tem medo de dirigir. A função dos colaboradores é ajudar os futuros candidatos a CNH e aos habilitados a adquirir mais habilidade no Trânsito.Vender informação e não carteira ou simplesmente um papel.Tânsito é um negócio sério.

Érica ilva – diz:Conscientizar é precisopor Érica Silva, terça, 23 de agosto de 2011 às 05:22Aos políticos e aos futuros políticos que dedicam ou vão dedicar suas idéias e seus projetos a causa educação no trânsito tenho a esperança que a situação educacional do setor mude.A época das pedras acabou não por falta de pedras, mas porque surgiram novas alternativas.É uma vergonha a realidade do sistema educacional de trânsito ainda não ser considerado uma instituição de ensino, o sistema colocar o negócio ou o dinheiro como prioridade,o incentivo a competição e não a causa, a falta de ética entre os colaboradores do trânsito,educadores de trânsito sendo ainda considerados como instrutores ,um sindicato que é dos instrutores mais que pertence aos proprietários dos CFCS(Centro de formação de condutores) e profissionais experientes que tem paixão pelo que faz e que estão interessados em agregar valores a causa e são tratados com descaso. Eu apoio o fim da hipercompetição, do monopólio e a reengenharia no setor educacional do trânsito. Escola de Trânsito(A escola do futuro)!!!Por um trânsito mais humano Colaboradores Diretor GeralFunção: Promover e defender a causa(Educação no Trânsito) investir na organização,na valorização dos colaboradores, na satisfação dos clientes e garantir a Harmonia.e funcionamento da escola.. Buscar parcerias. Instrutor Examinador:Avaliar o desepenho dos alunos e a metodologia aplicada. Diretor de EnsinoFunção:Contribuir e garantir a qualidade e a excelência do ensino na escola. Atendimento:Consultas,orçamentos,marcação de aula,marcação de exame. Posso te ajudar?Tire suas dúvidas. Corpo Pedagógico: Instrutor de legislaçãoInstrutor de direção Instrutor com especialidade na ampliação do ensino,oportunizando as pessoas que são portadoras de necessidades especiais o direito a 1° CNH(Carteira Nacional de Habilitação. PsicólogaFunção:orientar e ajudar na formação pisicológica dos futuros condutores e as pessoas que tem medo de dirigir. A função dos colaboradores é ajudar os futuros candidatos a CNH e aos habilitados a adquirir mais habilidade no Trânsito.Vender informação e não carteira ou simplesmente um papel.Tânsito é um negócio sério.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *