Categories
Planeta Sustentável

A tecnologia da não-tecnologia


É engraçado notar que quando tratamos sobre tecnologia, há o imaginário de que é a última invenção moderna do mundo, que é o limite do conhecimento humano, que sempre é a criação de ponta. Esquecemos que, na verdade, a tecnologia também pode estar em coisas bem simples.

O site No Tech Magazine mostra que há tecnologia nas estruturas mais físicas e, teoricamente, simples também. A página, em inglês (mas que você pode resolver parcialmente o problema se acessada pela tradução do Google Tradutor), conta vários exemplos de tecnologias “não-tecnológicas”. Um desses exemplos é como montar um telhado em mandala, ou seja, “telhados que se auto sustentam não precisam de um suporte central, eles são rápidos para construir e podem ser feitos usando madeiras cilíndricas ou sobras de madeiras (com, talvez, alguma criatividade para encaixar)”.

Como o nome da página diz (em tradução livre, significa “revista não-tecnológica”), eles tentam mostrar situações de “faça-você-mesmo”, como um meio de estimular com que qualquer um produza suas necessidades. Outro tutorial interessante é de como construir essa câmera fotográfica aí em cima, pin-hole, feita com o papel que você tem aí na sua impressora. Você faz o download do tutorial com as dimensões das “peças” de sua máquina e vê o vídeo abaixo que mostra passo-a-passo como cortar, dobrar e colar.

A página é bem interessante para pensarmos os limites da tecnologia. Tecnologia não é apenas o computador na sua frente, o celular que não para de tocar, o mp3 player que grita em seus ouvidos. Ela está em tudo, na verdade. Fazer utensílios e projetos com as próprias mãos é uma forma de mostrar que esse conhecimento e a construção estão mais pertos do nosso cotidiano do que se pode pensar. É fácil fazer uma máquina, é estruturalmente simples construir uma edificação com teto em mandala.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *