Categories
micrônicas

Ei, você

Ei, você. Psiu. É, você aí. Ei. Não você. É o que está ao seu lado. Isso aí. Você! Venha cá. Venha! Pode vir. Tenha medo não. Eu só quero te mostrar uma coisa. Pode vir sem medo. Vem cá! Isso. É rapidinho. Vem cá, meu amigo. Isso. Ó, está vendo isso daqui? Viu? Está quebrado. Racharam no meio. Daí você deve estar pensando que eu preciso consertar, né? Preciso não. Nem quero. Olha como está bonito quebrado. Essa rachadura não é linda? Ela diz tanta coisa. Eu tenho orgulho dela, sabe? Por isso que eu queria te mostrar. Lindo, né? Agora, pode ir. Só queria te mostrar isso mesmo. Pode ir. Só me prometa que você vai contar a todo mundo o que viu. Isso não pode ser segredo. Tem que ser espalhado. Vai lá. E conte para todos os seus amigos. Conte que você viu a rachadura mais linda da sua vida. É isso aí.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *