Categories
Planeta Sustentável

MetaReciclagem: resignificando as tecnologias


Há diversos grupos aqui no Brasil que trabalham com tecnologia de ponta, colocando a produção brasileira em uma posição de referência mundial. E, acredite, não é pela alta tecnologia, que custa milhares de dinheiros, que esses grupos são estudados e acompanhados. O que os coloca na frente é a produção de conteúdo referente às tecnologias, além de uma apropriação do material como nunca se vê em nenhum lugar.

O movimento MetaReciclagem é um desses grupos que produzem conteúdo e resignificam a forma como se trabalha e vê a tecnologia na sociedade. E, como eles mesmos falam, “é uma rede auto-organizada que propõe a desconstrução da tecnologia para a transformação social”. Desconstrução. O MetaReciclagem é muitas vezes confundido com um grupo que trabalha apenas com lixo eletrônico, coletando o que ia ser jogado fora para reaproveitar as partes do maquinário. Na verdade, é bem mais do que isso. Eles discutem e mostram outras vertentes para apropriação daquilo que está em nosso cotidiano, mas que temos medo de explorar por puro desconhecimento.

Para se ter uma ideia dos trabalhos que podem ser feitos seguindo essa vertente, vale ler a entrevista que realizei com o artista Fernando Rabelo, que também tenta mostrar que a tecnologia não está distante do cidadão comum. O movimento também faz publicações com os textos, fotos, entrevistas e tudo o mais que a rede produz, que é o Mutirão da Gambiarra.

Lá, pode-se ler e baixar as publicações sazonais MutSaz (a entrevista com Rabelo, por exemplo, foi publicada na edição de inverno de 2010). A compilação do conteúdo é de extrema importância para se compreender como o brasileiro brinca com essa resignificação.

O Ministério da Cultura, por exemplo, concedeu no ano passado ao projeto editorial o Prêmio de Mídia Livre 2010 para que as publicações se mantenham e possam melhorar ainda mais (o prêmio, porém, por causa da troca de ministros, ainda não foi depositado e não há previsão para que isso aconteça).

Vale ler e acompanhar!

0 replies on “MetaReciclagem: resignificando as tecnologias”

emamnuel – diz:FEHIDRO é a mais proxima oportunidade da cultura da sustentabilidade se munir de mudas para o urgente reflorestamento nativo. Pergunte-nos onde esta o dinheiro!!!!! MF

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *