Categories
micrônicas

A árvore

Escuta? É só colocar a orelha no chão. Está ouvindo? É como se fosse um farfalhar, mas por dentro. É como se estivessemos presos em um cubículo e lá longe se escutasse as varridas. Ainda não está ouvindo? Não é possível. É aquela mesma sensação de quando víamos os pássaros pretos, que de tão camuflados nas árvores viravam azuis. Lembra? Se eu consigo escutar, você também consegue. É um além-terra, além-som. Só a reverberação da sensação. É tão bom. É como se comêssemos um engradado de estrelas, mas pelos ouvidos, sabe? Minha avó disse isso, engradado de estrelas. Coloque de novo. E escute. Não quero ter que te deixar para trás. É tão bom. O problema é que você não consegue perceber o quão fácil é. Não pense em ver. Pense em como era fácil encarar as folhas da árvore antes que ela caísse. Escutou?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *