Categories
micrônicas

Amargura

O girassol é uma das poucas flores que desistem de suas vidas. A rosa, por exemplo, evapora e se decompõe no ar quando perde suas funcionalidades. As outras, geralmente, apenas murcham, sem graça alguma. O girassol não. Ele visivelmente encolhe-se em si mesmo, cabisbaixo, encarando a terra como se fosse o único futuro possível. É quando ele deixa de gostar do sol, seu amado, que o ignora durante toda a sua existência. Daí ele desiste de girar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *